>
RH

Como as mudanças de comportamento na pandemia impactaram os benefícios trabalhistas

Saiba como os acontecimentos da pandemia impactaram na necessidade dos benefícios para o colaborador.

A covid-19 trouxe transformações que impactaram nos mais diversos aspectos, tanto para empresas quanto para colaboradores. Em pouco tempo, as mudanças de comportamento, reflexo da pandemia, nos obrigaram a adaptar a forma como vivemos. 


Por conta dessa transformação, os benefícios oferecidos pelas empresas também devem passar por adaptações, para se adequarem a essa nova realidade e satisfazerem os trabalhadores das empresas. A Alymente observou algumas dessas transformações e trouxe em um recorte para você entender mais sobre o tema! Veja abaixo. 


Quais foram as mudanças de comportamento durante a pandemia?

O benefício de refeição, que já representou mais de 90% do nosso total, agora caiu para apenas um terço dos gastos em benefícios. Isso indica uma maior diversidade nas necessidades de gasto dos colaboradores.


A maior parte disso foi para alimentação, indicando uma mudança de hábitos quanto a comer fora e durante o trabalho. Esse tipo de benefício aumentou em dez vezes sua participação e agora representa pouco mais de 30% dos gastos.


Outro destaque fica por conta da educação, saúde e bem-estar, que juntos já representam quase 10% dos gastos totais no período de pandemia.


Ou seja, podemos concluir que há uma tendência de busca de bem-estar e saúde. Hoje, para suprir esse tipo de necessidade, a Alymente oferece vantagens com parcerias com Zenklub e Pague Menos. 


O novo perfil de comportamento

Antes da pandemia, tínhamos um único perfil, de gastos em "Restaurante", que representava pouco mais de 80% de nossa base.

 

Após a pandemia, já identificamos seis perfis distintos de gastos que representam apenas 50% de nossa base. A outra metade tem comportamentos de gastos que misturam em graus diferentes esses outros seis perfis.

 

Isso demonstra que as pessoas estão cada vez mais com diferentes prioridades e necessidades de gastos entre si, o que reforça a necessidade de oferecer benefícios flexíveis ao colaborador. Acreditar que todos eles podem ser encaixados em apenas um perfil é ilusório e não vai satisfazê-los.

 

>>> Leia também: Por que adotar o modelo de benefícios flexíveis?

 

Está claro, em números, a maior diversidade de gastos entre as pessoas. Então, se a sua empresa quer realmente oferecer benefícios que se adequem aos mais diversos perfis, não deixe de conhecer o sistema de benefícios flexíveis da Alymente, onde o colaborador é quem escolhe com o que vai gastar, de acordo com as suas próprias necessidades. 

 

Leia nosso artigo sobre como implementar um sistema de benefícios flexíveis na sua empresa!


Nadjine Hochleitner Terhoch
Jornalista e apaixonada por fotografia e literatura.