>
RH

6 tipos de benefícios flexíveis para sua empresa

Você conhece os tipos de benefícios flexíveis mais importantes? Descubra os seis principais e garanta que está implementando em sua empresa o que há de mais completo.

Quando falamos sobre benefícios oferecidos ao colaborador, os modelos tradicionais, oferecidos pelas organizações por décadas, já ficaram para trás. Hoje, os variados tipos de benefícios flexíveis existentes passaram a permitir que as empresas criassem planos muito mais efetivos e práticos para ambos os lados. 


Não é preciso mais ficar preso apenas ao vale-refeição. Existem inúmeras outras esferas e possibilidades para que a satisfação seja muito maior. Confira a seguir:


O que são benefícios flexíveis?

Antes de conhecer os seis principais tipos de benefícios flexíveis, primeiro é preciso entender o que é, de fato, um sistema de benefícios flexíveis. Ele nada mais é do que um unificador. 


Ele oferece às empresas a possibilidade de dar aos colaboradores um único cartão que contém todo o valor destinado aos mais variados benefícios existentes. Isso é prático para os times, para as empresas e, melhor do que isso, gera satisfação. 


>>> Leia também: 5 vantagens dos benefícios flexíveis que você precisa conhecer.


Os 6 tipos de benefícios flexíveis para implementar

Agora que você já entende mais sobre o assunto, chegou a hora de conhecer cinco dos tipos de benefícios flexíveis que você pode oferecer aos seus colaboradores:


  1. alimentação: não é preciso restringir os colaboradores apenas ao uso do cartão de vale-refeição de uma bandeira genérica, que não funciona em todos os lugares e traz mais frustração do que satisfação. Com um sistema de benefícios flexíveis é possível escolher gastar em restaurantes, deliverys, supermercados, padarias, mercearias, quiosques e muito mais;
  2. transporte: e se o seu colaborador não utiliza o transporte público para ir ao trabalho? Ele pode utilizar seu carro (e o combustível e estacionamento que vêm embutidos), uma bicicleta, aplicativo de caronas ou até mesmo patinete elétrico. Flexibilizar nessa esfera é mais do que necessário;
  3. saúde: o plano de saúde é um dos grandes ouros dos benefícios, por seu alto valor agregado. Mas mesmo dentro dos planos existentes, existem especificidades para cada necessidade. Isso sem contar a possibilidade de sessões de terapia, exames diversos, dentistas, farmácias e inúmeros outros gastos relacionados à saúde;
  4. educação: que tal oferecer um crédito para que seja possível realizar cursos e treinamentos, assistir a uma palestra e qualificar melhor os times? É uma ótima forma de fazer com que os trabalhos sejam desempenhados com excelência;
  5. cultura: ir ao teatro, assistir um filme, um concerto, comprar livros. Existe um mar de possibilidades;
  6. auxílio home office: a pandemia acelerou o processo de difundir o modelo de trabalho remoto. O home office já é uma realidade para muitas empresas, e continuará sendo mesmo depois da pandemia. O auxílio home office permite ao colaborador escolher pagar a conta de internet, a energia, investir em uma cadeira ergonômica ou até mesmo comprar um mousepad.


E aí, o que achou das possibilidades que esses tipos de benefícios flexíveis oferecem? Para aprender mais sobre, faça o download do nosso Super Guia de Benefícios


Nadjine Hochleitner Terhoch
Jornalista e apaixonada por fotografia e literatura.